fbpx
equipe reunida realizando o planejamento estratégico para e-commerce

Planejamento Estratégico: preparando seu negócio para 2023

logo-belluno-digital
Belluno

O planejamento estratégico para e-commerce serve para compreender o que deve ser feito, porque deve ser feito e como serão as diretrizes que levarão ao crescimento do negócio, englobando as estratégias do tático ao operacional.

Todo final de ano, a maioria das grandes organizações reúnem seus times para planejarem as estratégias que guiarão suas ações no ano seguinte. Tudo o que é definido nesse período é reunido em um documento, chamado de planejamento estratégico.

No entanto, muitas vezes esses documentos são arquivados e esquecidos até o início do próximo ciclo. Sem contar os casos de organizações menores e mais novas que, impulsionadas pela urgência, podem não dedicar tempo e energia para se planejar.

O que muitos dos gestores dessas empresas e talvez até mesmo você não sabem, é que o planejamento estratégico para e-commerce é essencial para o sucesso do negócio. Afinal, sem ele é quase impossível saber o que deve ser feito, por que deve ser feito e como deve ser feito para que os resultados sejam positivos.

Neste artigo, explicaremos o que é o planejamento estratégico para e-commerce, por que ele é importante e os principais passos para construir o seu. Acompanhe!

Neste conteúdo, estamos falando sobre:

  • O que é o planejamento estratégico?
  • Por que fazer um planejamento estratégico?
  • Quais os benefícios do planejamento estratégico?
  • Como fazer um planejamento estratégico?
  • Principais erros na execução do planejamento estratégico

Boa leitura!

Leia também: Você sabe o que é chargeback?

O que é o planejamento estratégico?

O planejamento estratégico para e-commerce é um processo contínuo pelo qual uma empresa define as estratégias de curto, médio e longo prazo. Para fazer isso, reúnem-se todos os envolvidos na rotina do negócio para examinar o cenário atual e definir o futuro.

Suas principais etapas são examinar os pontos fortes e fracos do negócio, os recursos disponíveis e as oportunidades do mercado. Ou seja, o planejamento estratégico busca antecipar as tendências futuras para que você articule metas e estratégias de sucesso.

Dessa forma, podemos notar que todo e-commerce necessita de um planejamento estratégico. Isso porque, para chegar aos resultados é necessário criar objetivos estratégicos e ações que façam sentido para todos os colaboradores da empresa.

Por que fazer um planejamento estratégico?

O sucesso do seu negócio não está apenas naquilo que é tangível, Há também muitos indicadores intangíveis. Ao construir e executar um planejamento estratégico para e-commerce você irá descobrir e aprender muito sobre eles e o seu negócio.

Listamos quatro desses indicadores intangíveis que, por si só, justificam o porquê você deve construir um planejamento estratégico para e-commerce. Confira:

1. Entender qual é o seu negócio

Ao longo do tempo, por conta da rotina, pressão do mercado e concorrência, seu negócio pode perder um pouco da sua própria identidade. Alguns até mesmo iniciam o negócio sem uma definição clara sobre quem são e o que querem ser no longo prazo.

Nesse sentido, existe uma máxima socrática que diz “conhece-te a ti mesmo”, ela se aplica também à gestão de uma empresa. Antes de tudo é preciso identificar qual é o seu negócio, quais suas virtudes e defeitos, para então definir uma missão.

Um negócio com missão, visão e valores bem definidos tem muito mais chances de construir uma história de sucesso, além de alcançar maior realização de todos os envolvidos em sua rotina de operação.

Para negócios que estão iniciando, antes de agir, desenvolver produtos, realizar investimentos e assumir quaisquer riscos, é fundamental conhecer suas forças e suas fraquezas. Assim, você saberá aquilo para o qual seu negócio tem potencial e afinidade.

2. Saber onde se está e onde se quer chegar

Com missão, visão e valores definidos, é preciso contar também com metas e objetivos estratégicos. Eles são o ponto de referência para onde o seu negócio deve caminhar. 

Outro ponto importante sobre as metas e objetivos estratégicos é que através deles, é possível prever quanto investimento será necessário para o próximo ano, bem como quais serão o faturamento, despesas e lucros desejados.

Pode parecer fácil encontrar esses números, mas é preciso uma profunda análise do seu negócio. Caso contrário, você pode acabar definindo metas absurdas que nunca serão cumpridas. É preciso ser realista na hora de planejar seus objetivos.

3. Saber como chegar aonde se quer

Sabendo onde se quer chegar é preciso entender como fazê-lo. Aqui está um dos principais benefícios do planejamento estratégico, ser o guia de sucesso do negócio.

Com metas e objetivos claros e realistas, o planejamento estratégico funcionará como um mapa, possibilitando que a realização deles aconteça de forma eficiente, sem gastos surpresas ou imprevistos que possam comprometer o futuro do negócio.

Em suma, o planejamento estratégico para e-commerce ajuda a pensar nos riscos aos quais seu negócio está exposto ao longo de cada ano e planejar as ações para superá-los, cada qual com o seu tempo e responsável.

4. Chegar aonde se quer, acompanhado de outros

As empresas que constroem e executam um planejamento estratégico, principalmente quando envolvem todos os colaboradores, têm maior êxito em suas conquistas. Afinal, não é à toa que se diz que “a união faz a força”.

Na construção de um planejamento estratégico é essencial ouvir a opinião dos seus funcionários, pois são eles quem estão diariamente na empresa e sabem os pontos fortes e fracos, o que funciona e o que não funciona, talvez até melhor que você.

Por fim, esse é o principal motivo para se construir um planejamento estratégico: uma vitória compartilhada é sempre muito mais prazerosa, da mesma forma que uma derrota compartilhada é menos dolorosa.

9 benefícios de um planejamento estratégico

Desenvolver um planejamento estratégico completo é trabalhoso, mas os seus benefícios são duradouros e recompensam o esforço.

Confira a seguir, alguns dos principais:

  1. O negócio tem maior probabilidade de permanecer no caminho certo;
  2. O progresso e sucesso do negócio se tornam facilmente mensuráveis;
  3. A empresa e seus funcionários ficam melhor preparados para os desafios;
  4. Aumenta a produtividade das equipes, visto que todos têm objetivos e metas definidos e sabem o que deve ser feito para alcançá-los;
  5. Erros, retrabalhos e resultados negativos são quase inexistentes;
  6. As métricas facilitam a correção do curso quando algo não ocorre como previsto;
  7. Os objetivos e orçamentos das equipes são baseados na estratégia central;
  8. Traz maior controle sobre o que está ou não funcionando no nível operacional;
  9. Um planejamento estratégico claro e bem construído aumenta o engajamento dos colaboradores na busca dos objetivos do negócio.

Como vimos, os benefícios do planejamento estratégico se estendem a todas as esferas do seu negócios, aumentando o envolvimento dos colaboradores com o  sucesso do negócio. Por isso, é importante envolvê-los na construção do mesmo.

Mas como fazer isso? Confira no tópico a seguir. 

Como construir um planejamento estratégico?

equipe reunida construindo o planejamento estratégico
Confira como construir um planejamento estratégico.

Agora que você já conhece os benefícios do planejamento estratégico, podemos partir para o próximo ponto: o passo a passo com as principais etapas envolvidas na elaboração de um planejamento verdadeiramente eficiente. Confira!

Faça o diagnóstico do negócio

A primeira é uma das principais etapas da construção de um planejamento estratégico é reunir a sua equipe e identificar as forças e fraquezas do ambiente interno do negócio e as oportunidades e ameaças do ambiente externo. 

Esta metodologia é popularmente conhecida como análise SWOT ou FOFA.

Ao realizar esse tipo de análise, o primeiro passo é listar todos os pontos fortes (S) e os pontos fracos (W) da sua empresa. Nesse ponto a sinceridade importa muito e quanto mais realistas forem os aspectos destacados, melhor será o resultado da análise.

Terminada essa parte, é o momento de identificar as principais oportunidades (O) e ameaças (T) presentes no macroambiente e no microambiente em que seu negócio está inserido. Aqui, você deve listar todos os fatores que possam impactar o seu negócio, mas que não são controlados por você.

Para ajudá-lo no processo, você pode montar uma Matriz SWOT, como abaixo:

matriz de análise SWOT para planejamento estratégico de um e-commerce
Matriz de análise SWOT

Ao analisar seu e-commerce, você pode identificar forças como a qualidade dos produtos, preço competitivo e rápido prazo de entrega. Já entre as fraquezas podemos ter a falta de um processo de pós-venda ou uma loja virtual com usabilidade ruim, aspectos que podem ser melhorados pela sua equipe.

No entanto, quando falamos de oportunidades e ameaças, por mais que fatores como uma recessão econômica ou concorrentes saindo do mercado estejam fora de seu controle, acabam afetando seu negócio e devem ser considerados na análise.

Construa sua filosofia e diretrizes estratégicas

Outro pilar essencial na construção de um planejamento estratégico eficiente é a definição de Missão, Visão e Valores do seu negócio. É a partir deles que você irá alinhar o propósito do seu negócio e promover uma reflexão sobre o presente e futuro.

Em suma, a missão é aquilo que determina a razão do seu negócio existir e o que você busca entregar a seus clientes. E como seu negócio é mutável, essa missão precisa ser revista ao longo do tempo, se adequando à realidade atual.

Como exemplo, temos a missão da Google que é: Organizar as informações do mundo todo e torná-las acessíveis e úteis em caráter universal.

Já a visão do seu negócio é definida como o lugar onde se quer chegar em um determinado período. Para crescer de forma sustentável é essencial ter a visão do horizonte, para calibrar as ações do presente com onde se quer chegar.

Como exemplo, temos a visão estratégica da Apple: Mudar o mundo através da tecnologia.

Por fim, os valores são o DNA do seu negócio. Eles representam seus ideais, comportamento e busca por resultados que sejam satisfatórios para a organização, colaboradores e clientes, bem como todos os outros envolvidos.

Como exemplo de valores que um negócio pode ter, listamos: transparência, criatividade, equilíbrio, sustentabilidade, inovação, o cliente no controle, ética, responsabilidade social, entre outros.

E não basta colocá-los no papel, os seus colaboradores precisam ter conhecimento claro sobre a filosofia da organização.

Defina as metas e indicadores

Sabendo onde se quer chegar, é preciso definir como será medido o progresso ao longo desse caminho. Nesse sentido, definir metas e indicadores (métricas financeiras, de marketing, de recursos humanos, comerciais…) a serem conquistadas é a melhor forma de acompanhar se o planejado está sendo cumprido.

Se a sua empresa tem a meta de alcançar um determinado valor de faturamento, por exemplo. Um dos seus principais indicadores de sucesso a ser monitorado é justamente o faturamento.

Defina uma rotina de acompanhamento, assim sempre que algo estiver fora do esperado é mais fácil agir e corrigir o problema. Além disso, compartilhe as metas e indicadores com os colaboradores para que eles tenham consciência da sua responsabilidade e importância na busca pelos objetivos do negócio.

Elabore um plano de ação

Infelizmente, existem muitos casos de empresas que investem muito tempo e recursos e não conseguem chegar onde desejavam. Por isso, para que seu planejamento não seja apenas um documento inútil, listar as ações que guiarão sua equipe para o cumprimento de todas as metas é uma atividade essencial.

Contar com o engajamento de todos é muito importante para impulsionar o seu negócio, mas para que as coisas não saiam do controle, todos precisam ter em mãos um plano de ação bem definido e claro.

Na hora de construí-lo é preciso ainda, ouvir a opinião de todos e incluí-los na tomada das decisões para que se sintam incluídos e ajudem com novas ideias. Afinal, eles entendem cada ponto forte e fraco do seu negócio.

Por fim, lembre-se que vale dedicar o máximo de tempo necessário na construção do plano de ação, pois é ele que irá viabilizar a conquista dos objetivos estratégicos do seu negócio dentro do planejado.

Faça o controle e gestão

Com o planejamento estratégico em execução, metas e indicadores definidos e toda a equipe engajada na busca pelos objetivos, o controle e gestão de tudo é essencial para manter tudo nos trilhos.

Realizar reuniões periódicas com as equipes, onde cada área faz uma avaliação dos seus números, o que foi feito no período anterior e quais serão as prioridades até o próximo encontro são ótimas formas de manter esse acompanhamento.

Além disso, sempre que preciso você pode revisar sua análise SWOT, os objetivos estratégicos, as metas e indicadores, bem como ajustar os planos de ação.

Principais erros na execução de um planejamento estratégico para e-commerce

Agora que você já sabe como colocar a mão na massa e construir um planejamento estratégico para e-commerce, que tal otimizar ainda mais essa poderosa ferramenta de gestão? Então, vamos antecipar os três principais erros mais comuns na execução. 

Não atribuir um único responsável para cada meta

Tem um famoso ditado que afirma que cachorro com dois donos acaba morrendo de sede? Na gestão de metas também é assim e não atribuir um único responsável para cada uma delas é um dos erros mais graves.

Claro, isso não quer dizer que a execução do planejado será atividade de uma única pessoa. O que se pretende aqui, é atribuir um único responsável para cada meta e deixar claro para a equipe que aquela atividade está sob a responsabilidade de alguém. 

Não integrar todas as equipes

Um bom planejamento estratégico para e-commerce prevê a execução de uma série de ações desafiadoras e que envolvem diferentes equipes. É justamente por isso que você deve garantir a integração e uma comunicação fluida entre os times.

Não acompanhar os resultados

Outro ditado: o que não é visto não é lembrado. Para que o planejamento não se perca ao longo do tempo e acabe fracassando, é fundamental que você realize o acompanhamento periódico dos resultados conquistados.

Busque alguma forma de registrar e guardar todos os dados essenciais, você pode construir uma planilha ou um dashboard que reúna as principais metas e indicadores, facilitando a análise dos cenários ao longo do tempo.

Conclusão

Como você pode perceber, a construção de um planejamento estratégico envolve várias etapas de análise do seu negócio e do mercado, para garantir que ele seja eficiente. E para garantir que seu e-commerce consiga se destacar em um mercado digital tão concorrido, seguir cada uma delas é essencial.

E muito além de um planejamento estratégico eficiente, existem muitos outros aspectos importantes para o sucesso da sua loja virtual. Leia nosso artigo sobre a prevenção de fraudes e como conquistar um alto índice de aprovação.

foto do autor do texto

Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

More great articles

Negócio escalável: você sabe o que é?

O famoso modelo é capaz de elevar o faturamento da empresa sem que suas despesas...

Ler mais

O crescimento do e-commerce no mundo

É fato que no decorrer de 2020 o e-commerce desempenhou um papel vital na rotina do mundo todo. Não que…

Ler mais

Borderô: quais são as despesas das operações

Você já conferiu aqui no blog um pouco mais sobre a composição de um borderô....

Ler mais
Arrow-up